MEDO DE ESCURO SE APRESENTARÁ EM PRAIA GRANDE

Ministério da Cultura e Porto de Santos  apresentam

MEDO DE ESCURO

A peça foi escrita pelo músico e jornalista santista, Julinho Bittencourt,  que retrata as angústias e ambiguidades dos tempos pós-modernos. “Medo de Escuro” tem como protagonistas o casal Pattie e Dannhy. Ele um músico, cover de George Harrison e ela uma designer de moda, ambos vulneráveis ao encanto da cultura pop. Os dois se aproximam e se abandonam com uma velocidade frenética, que confunde, muitas vezes, frivolidade e carência, paixão e amor, inocência e maturidade.  A história é narrada por Pattie que viaja entre o passado e o presente montando um quebra-cabeças de momentos que explicam o drama pelo qual está passando. O cenário retrata a identidade do casal, às vezes romântica, intensa e ao mesmo tempo individualista e efêmera. O mesmo local também serve como ambiente do consultório da terapeuta de Pattie que busca um sentido para os fatos que foram vividos ao lado de Danny. Em alguns momentos o espectador sabe das coisas por meio de confissões da terapia, em outros por um simples telefonema ou ainda por um desabafo solitário. O final é surpreendente. Tanto a direção como o cenário são assinados por Platão Capurro que buscou na multimídia o conceito que precisava para retratar o atual momento social no qual vivemos. Ferramentas tecnológicas como o skype no computador e o celular são utilizadas no espetáculo substituindo alguns personagens da trama. Imagens projetadas em uma tela retratam o passado ou a imaginação das personagens.Tanto Danny como Pattie aparecem diante dos olhos do público virtualmente e presencialmente. Dirigido a um público a partir dos 14 anos de idade, o espetáculo tem músicas do ex-Beatle George Harrison. A grande pergunta que o texto deixa no ar é simples e, ao mesmo tempo, crucial, particularmente para os jovens: A cultura de massa, com as suas canções de três minutos, revistas de moda e comportamento, palavras de ordem, artistas de seis meses, enfim, com a sua efemeridade, começa e acaba em si própria ou é capaz de trazer respostas para a existência humana, por mínimas que sejam. Dia: 14 de setembro de 2013 (Sábado) Horário: 20h30 Faixa etária: 14 anos Duração: 70 minutos Local: Teatro Serafim Gonzalez – Palácio das Artes – Praia Grande Av. Costa e Silva, 1600, Boqueirão, Praia Grande/SP Tel.: 3496 5715 Ingressos na bilheteria do teatro no dia do espetáculo a partir das 14h. : R$20,00 (inteira) R$10,00 (meia)

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Ficha Técnica:

Texto: Julinho Bittencourt

Direção: Platão Capurro Filho

Com: Fabíola Nascimento e Ernani Sequinel

Participação: Camila Baraldi, Barbara Braw e Marcia Marques

Figurino: Sandra Machado

Cenário: Platão Capurro Filho

Direção de Produção e Fotografia: Rodrigo Mmorales

Direção de fotografia (Vídeo): Theo Grahl

Edição (Vídeo): Daniel Reis

Maquiagem (Vídeo e Teatro): Cícera Carmo

Assessoria de Imprensa: Valéria Vargas

Designer Gráfico: Maira Brigliadori

Ass. Direção e Op.de Vídeo: Camila Baraldi

Ass. de Palco: Jackson Vieira

Operador de Som:  André Cajaíba

Operador de video: Camila Baraldi/Tayron Kim

Imagem

Patrocínio:

 Imagem

Apoio:

 Imagem  Imagem

Apoio Cultural:

 Imagem  Imagem

Apoio Institucional:

Imagem

Realização:

 Imagem

 Imagem  Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s