XV FESCETE – FESTIVAL DE CENAS TEATRAIS

em

Dia 26 – Cenas: Conte-me Mais Sobre Isso (Santos, SP); Faça Sua Parte (Nova Resende, MG); Quando as Pistolas se Encontram (Santos, SP); Não Se Mova (Santos, SP).

A Academia  Silia e Ceci Dance Theatre apresentou a cena Conte-me Mais Sobre Isso, um ensaio sobre a loucura contemporânea. O texto foi criado pelos próprios atores durante o processo que focou mais no trabalho de ator e que obteve na apresentação a comprovação de que valeu a pena. A direção de ator(Eduardo Ferreira) é evidente e ponto forte da cena. Elenco afinado utilizando de todas as técnicas que aprenderam, seguraram a nossa atenção.  Voz, corpo, interpretação em completa harmonia. A utilização da dança não ficou clara durante a cena, talvez no espetáculo completo ela possa ter mais significado. Luz (Gabriel Lanzelotti) e som (Diego Saraiva)muito bem pensados e executados, dialogam com os monólogos apresentados. Tanah sugeriu que todos já estivessem em cena, não criando um hiáto com a entrada e saída de atores, dando uma dinâmica mais conduzente com a proposta. Tanah também sugeriu que o figurino da Alice se aproximasse mais da criação de Lewis Carroll. Foi identificado pelo Niveo Motta uma certa semelhança da encenação com a stand up comedy, porém eu e Tanah discordamos. O grupo está de parabéns, direção e elenco se revelaram talentosos e seguros.

O Grupo Desnorteados apresentou Faça Sua Parte, uma adaptação de Os Miseráveis de Victor Hugo. Como o nome do grupo, o trabalho também nos pareceu desnorteado. Uma confusão de linguagens e utilização errônea de muitas técnicas. Quero ressaltar que a vontade e garra de toda a equipe superou os erros cometidos. Sugerimos um estudo mais aprofundado da arte de interpretar e a leitura de livros como A Construção da Personagem de Stanislavsky e Ator e Método de Eugênio Kusnet. Parabéns ao grupo pela participação e que continuem na busca por um maior entendimento do fazer teatral.

O Tantras Coisas mais uma vez nos prestigiou com uma cena, desta vez uma comédia, Quando as Pistolas se Encontram. O duelo entre Trinity e Sartana nos tirou boas risadas. Sugerimos que procurassem um diretor para que pudesse orienta-los de fora. Também um estudo mais aprofundado da comicidade, O Riso de Henry Bergson por exemplo. Muitas piadas perderam o sentido devido a falta de entendimento de time/ tempo. Parabéns ao grupo pela participação. Seria a melhor cena da noite se tivesse uma direção que ajudasse os atores com marcas, gestos e movimentos mais precisos.

O Grupo Egberteatro nos prestigiou com a cena Não se Mova, um teatro dança inspirado em O Amor nos Tempos do Cólera de Grabriel Garcia Marques e no filme Não se Mova. Espaço, tempo, rítmo muito bem trabalhados com gestos harmônicos. O texto compreendido e muito bem interpretado pelo elenco. Luz (Felipe Abib) e Sonoplastia (Egbert Mesquita) completam a plástica da cena, criando climas que valorizaram a performance. Por uma questão de gosto, foi falado sobre uma música com letra utilizada em cena que acabou ilustrando demais, quase caindo no brega, que chocaria com a proposta apresentada. O figurino da atriz deveria ser repensado, valorizando mais a silhueta da mesma. Egbert mais uma vez mostra a sua competência em dirigir um teatro dança que nos envolve e emociona. 

Esta noite destaco as cenas: Conte-me Mais Sobre Isso e Não se Mova.

Platão Capurro Filho

 

1 comentário Adicione o seu

  1. Eduardo Ferreira disse:

    Olá Platão! Muito obrigado pela crítica e orientações, com certeza irá auxiliar muito no nosso processo e claro, em nossa formação e amadurecimento.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s